O Comunismo chinês Made in China

Olá leitores. Quem acompanha os jornais sabe que a China se tornou a segunda maior economia do mundo, atrás apenas dos EUA. Mas como assim? A china não é Comunista? Sim leitores, ela é Comunista. Ou melhor, a China nem é Comunista, já que neste não existe governo. Podemos dizer que ela é Socialista. Ou será Capitalista?

O Comunismo chinês parece que veio da China.

O Sistema de governo chinês é um tema bastante discutido, mas para o governo este impasse não é um problema. O governo chinês é muito inteligente leitores. Há uma forte política de desvalorização da moeda, o iuan (o que faz com que os produtos chineses se tornem muito mais baratos que os outros), política tão combatida por Obama, além de condições trabalhistas extremamente precárias, com baixos salários, poucos incentivos, altíssima carga-horária e produtos de menor qualidade. Pronto. Só isso já basta para que os produtos chineses sejam os mais competitivos do mundo, afetando a indústria de vários países do mundo, inclusive a brasileira. Bem-vindos ao Capitalismo.

Então, onde está o Comunismo? Nas proibições. A censura no país é fortíssima. Lá existe uma agência, a Xinhua News Agency (como o Deops brasileiro) que analisa todas as propagandas produzidas em jornais impressos, na tv e na internet, cancelando a publicação de notícias que falem sobre sexo, drogas, homossexualismo, e as que falem mal do governo.

E voltando a falar sobre as condições sociais, absurdos acontecem: mulheres são vendidas como escravas sexuais; a população que vive sem praticamente nenhuma assistência do governo; possui a liderança nas estatísticas mundiais de suicídios e 25 milhões de pessoas vivendo na pobreza, com funcionários que trabalham mais de 11 horas por dia para receber 0,30 centavos de dólar por hora . E não podemos esquecer o terrível controle de natalidade, que aumentou imensamente o sequestro, o comércio e o abandono de filhos. Aí é onde está o Comunismo chinês.

Enfim, a China é um país de contradições. A futura primeira maior potência mundial que tem uma indústria quase imbatível não respeita a sua mão de obra. O que nos resta é esperar uma mudança do governo chinês para que as mínimas condições sociais sejam oferecidas, porque só assim o espetacular crescimento mandarim será justo.

Caíque Melo

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s